Brasil se aproxima da meta da OMS de consumo de peixe por


Os brasileiros estão comendo muito mais peixes. Segundo uma nova pesquisa do Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), a média por habitante ano no País alcançou 11,17 quilos em 2011; 14,5% a mais do que o ano anterior. Em dois anos (2010 e 2011), o crescimento da demanda por peixes e frutos do mar aumentou em média 23,7%. O Real forte ajudou no crescimento do consumo.

Isso significa que, atualmente, os brasileiros estão perto da média de consumo de peixe recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS): 12 quilos por pessoa por ano.

De acordo com Eloy de Souza Araújo, o secretário de Infraestrutura e Fomento do MPA , este aumento do consumo também é observada em outras partes do mundo: “Nos últimos anos a condição de vida dos brasileiros melhorou, a moeda nacional se recuperou e o poder de compra cresceu. Concomitante a isso, a população busca consumir alimentos mais saudáveis​​, e “o peixe vem sendo uma excelente escolha”, disse o secretário em comunicado.

Aceleração da economia

 E nesta semana ficou ainda mais comprovada a retomada do crescimento da economia nacional. O Real foi a moeda que mais se valorizou com relação ao dólar desde o final de agosto, subindo cerca de 12%, como anunciou o Banco Central.

O secretário ressaltou que em 2011 a produção de peixes em cativeiro no Brasil somou 628.700 toneladas, 31,1% mais ante o ano anterior. E a produção total de pescado chegou a 1,43 milhão de toneladas, das quais 42 mil foram exportados.

Novos investimentos na criação de peixe em cativeirotanques aquicultura

Enquanto isso, o país importou 37% de tudo o que consome desta proteína animal. Todavia, o consumo interno acelerou. E para suprir esse aumento, o governo está incentivando a criação de peixes em cativeiro para dar suporte ao crescimento do apetite dos brasileiros por pescados, o que também confirma a reportagem da editoria de agronegócio do Uol. A premissa também é diminuir o peso da importação desse tipo de alimento na balança comercial.

Para atingir este objetivo, a Secretaria de Planejamento e Gestão da Aquicultura do MPA passou mais de 700 hectares de áreas sob o domínio da União para produzir cerca de 200 mil toneladas de peixe, ostras e mexilhões por ano.

Essas áreas estão localizadas em reservatórios de hidrelétricas e ambientes marinhos nos Estados de São Paulo, Tocantins, Pernambuco, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia, Paraná e Rio de Janeiro.

FONTE: http://seafoodbrasil.com.br/brasil-aproxima-meta-oms-consumo-peixe-ano/

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *